Eu Sou o Mundo





Não sou nada 
não posso pretender ser nada.
Além de tudo e em mim
existe um mundo sem fim

...Bem no meu fundo interior
além deste desfeito exterior
sou uma casa assombrada
junto à montanha violada

não choro a dor
mas a minha lágrima tem cor
é azulado escuro do zangado céu

eu nada sem véu
declaro-me dono do mundo
Eu sou o Mundo


Comentários

Mensagens populares deste blogue

CONVERSA COM O CIGARRO

JOSÉ CARLOS SCHWARZ SEMPRE

UM DIA ESCREVEREI SOBRE TI, SOBRE TUDO!